A lógica da avaliação por múltiplos e seus desafios

A avaliação econômica de uma empresa por meio da metodologia de múltiplos comparáveis é uma forma rápida e descomplicada de avaliar um ativo, porém, se utilizada de forma isolada, a sua eficácia é limitada e pode trazer distorções à análise financeira. 

Ao avaliar uma empresa, o objetivo é que se estabeleça o valor do ativo, considerando as variáveis que poderão impactar o seu valor futuro. As metodologias mais complexas e assertivas demandam uma projeção de fluxo de caixa e estabelecem que o valor do ativo é definido pelo somatório do valor presente de tais fluxos de caixa. 

A metodologia por múltiplos, entretanto, demanda menos informações perspectivas da empresa e seu mercado, se valendo de informações de referência coletadas em uma empresa comparável.

Empresas comparáveis são companhias que possuem características similares à empresa que está em avaliação. Elas devem atuar no mesmo mercado e ter alinhamentos no modelo de negócios, para que a avaliação por múltiplos seja bem-sucedida. Ao eleger empresas comparáveis, o avaliador deve identificar empresas similares cujas informações de valor são conhecidas. 

Empresas de capital aberto têm parte das suas ações em negociação em bolsa de valores. Assim, a combinação da cotação das ações com o número de ações emitidas pela empresa, resulta no valor de mercado da companhia. 

Empresas de capital fechado também podem ter seu valor de mercado conhecido, uma vez que, ao divulgarem transações societárias que envolvam tais ativos, pode haver divulgação do valor transacionado permitindo que se conheça o valor de mercado da empresa em questão.

Avaliação de Múltiplos: A lógica do modelo

Ao se eleger empresas comparáveis com valor conhecido, o modelo de avaliação por múltiplos estabelece que métricas de múltiplos devem ser aplicadas, calculando a relação entre o valor de mercado e diversos possíveis indicadores financeiros, tais como faturamento, lucro, EBITDA, geração de caixa operacional, valor patrimonial, dentre tantos outros possíveis. 

Também há a possibilidade de se calcular múltiplos baseados em indicadores operacionais, tais como número de clientes, número de pontos de venda, toneladas processadas, volume transportado, passageiros atendidos e tantas outras métricas aplicáveis em diversos negócios e mercados. 

Uma vez calculada a relação entre o valor e o indicador escolhido na empresa comparável, a mesma relação deve ser aplicada ao indicador correspondente na empresa a ser comparada, cujo indicador de referência deverá ser conhecido. Desse modo, ao aplicar a relação, é possível estimar o valor de mercado da empresa a ser avaliada. 

A metodologia ainda pode ser aplicada sob diversos indicadores simultaneamente, a fim de se ampliar as possíveis referências de valor nesta análise comparativa.

Avaliação de Múltiplos: Benefícios e Desafios

A análise por múltiplos é rápida e prática, entretanto ela deve ser usada como uma referência e não como uma apuração do valor de uma companhia. Isto acontece porque, ainda que similares, empresas diferentes possuem particularidades entre elas, ou seja, suas perspectivas futuras não necessariamente irão convergir somente porque atuam em um mesmo mercado. 

Além disso, a avaliação por comparação de múltiplos desconsidera as diferenças de custo de capital entre as empresas, fator determinante para mensurar a sustentabilidade da estrutura de capital da empresa a ser avaliada. 

A análise por comparáveis reflete, não necessariamente o valor de uma empresa, mas o preço de suas ações. Preços são dados pela relação entre oferta e demanda por ativos e, assim, eventualmente, preços de ações de empresas, por exemplo, não necessariamente refletirão o seu valor justo. 

Em momentos de especulação, de disputas por aquisições em determinados mercados, em movimentos relacionados aos investimentos, os múltiplos podem acabar por “contaminar” uma avaliação financeira, transmitindo à empresa a ser avaliada variáveis que não, necessariamente, digam respeito às atividades da companhia sujeita à avaliação. 

A análise por múltiplos também pode servir como uma referência de valor comparativo, ao ser utilizada para calcular uma relação de valor com algum indicador determinado entre diversas empresas, a fim de classificar as mais ou menos valiosas ou entender o contexto de mercado e sua dinâmica de precificação de ativos em relação ao momento. 

Avaliação de Múltiplos: Resumo

A metodologia de análise por múltiplos, portanto, representa uma abordagem simples e de fácil utilização, porém com potencial limitado de oferecer precisão na avaliação de valor de uma empresa. Trata-se da metodologia comparativa, o que permite que haja influências específicas que não necessariamente sejam cabíveis ao ativo em avaliação. Esta metodologia pode ser um suporte em uma avaliação completa, não representando, portanto, uma visão precisa e acurada do valor da empresa. 

 

Na Tendências Consultoria Integrada, nossa equipe especializada em finanças corporativas utiliza diversas metodologias de avaliação de empresas e projetos, sempre buscando o alinhamento de mercado, combinado com uma análise detalhada do potencial de geração de riqueza do ativo sob avaliação. Conheça mais sobre nossas soluções e saiba como podemos ajudar o seu negócio clicando aqui. 

Acesse todos os serviços e produtos

Faça seu login