E-mail:    Senha:     
 

   Languages 

 

Consultoria Tendências integra aliança latino-americana


A consultoria Tendências anunciou, na segunda-feira, 28, a criação de uma aliança com empresas da América Latina para análise econômica. Além da brasileira, farão parte da Aliança Latino-Americana de Consultorias Econômicas (Laeco) as empresas Ecolatina (Argentina), Macroconsult (Peru), Gemines (Chile), Econcept (Colômbia) e Ecoanalítica (Venezuela). 


Essa aliança, de acordo com as consultorias, deve facilitar a trocar de informação sobre as economias de cada país. "O acordo ampliará a capacidade de análise política e econômica. A aliança tem múltiplos objetivos, como servir melhor aos nossos clientes e aumentar o conhecimento específico sobre cada local", disse Mailson da Nóbrega, sócio da Tendências e ex-ministro da Fazenda. 

Os seis países representados pela Laeco respondem por 95% do Produto Interno Bruto (PIB) da América do Sul - estimado em US$ 4,2 trilhões - e por 69% da economia latino-americana. "O que faz falta (para aumentar a representatividade na América Latina) é o México, mas em breve deveremos ver um mexicano compondo o quadro de consultorias na aliança", afirmou Juan Jensen, economista e também sócio da Tendências. 

As conversas para a criação da aliança começaram há aproximadamentetrês anos. Nesse período, o processo de concretização do acordo envolveu a busca por consultorias renomadas de cada país, troca de informações e relatórios entre cada empresa para que se chegasse ao modelo atual e existisse uma visão similar sobre o modelo econômico. 


"Representatividade: Os seis países representados pela Laeco respondem por 95% do Produto Interno Bruto (PIB) da América do Sul – estimado em US$ 4,2 trilhões – e por 69% da economia latino-americana."


"As seis consultorias têm uma visão de mundo muito comum. Elas acreditam no livre mercado e nas ideias liberais e não se envergonham de pertencer a uma corrente de pensamento dita ortodoxa", afirmou Maílson. "As empresas da aliança são independentes e, por isso, não se alinham a qualquer espécie de credo." 

Na avaliação dele, a aliança se forma em um momento "importante" em que se intensifica um processo de internacionalização no continente. "Tudo indica que a integração da região - que é uma expectativa antiga - vai começar a se materializar de forma mais intensa pela força de participação das empresas privadas", afirmou.

 

(Matéria publicada no jornal O Estado de S. Paulo - 29/04/2014)



Rua Estados Unidos, 498 - Jardins - São Paulo/SP - CEP 01427-000 - Telefone +55 (11) 3052-3311