E-mail:    Senha:     
 

   Languages 

 

Projeção para varejo restrito tem risco de baixa Por João Morais


As vendas no varejo voltaram a apresentar comportamento fraco em julho, de acordo com a PMC (IBGE). No mês, o índice restrito caiu 0,3% ante junho, na série com ajuste sazonal, após aumento de 0,1%. No comparativo anual, a queda foi de 5,3%. Os resultados vieram abaixo do projetado pela Tendências.


Diante do resultado abaixo do esperado e da ausência de resposta ao avanço da confiança do consumidor nos meses anteriores, a estimativa para 2016 (atualmente em queda de 4,7%) possui risco de baixa. Contudo, ainda se espera que o indicador mostre ligeira tendência de alta ao longo do 2º semestre. De fato, nossa expectativa é de que a continuidade de gradual melhora na confiança dos agentes promova descongelamento parcial das decisões de consumo das famílias, favorecendo o varejo. Por outro lado, tal recuperação deve ser modesta, dadas as limitações impostas, especialmente, pelas condições de renda e emprego.

 

Figura: Índice de volume de vendas nacional no varejo por atividade – PMC

 

Fonte: IBGE (elaboração Tendências)

 

 

 

Rua Estados Unidos, 498 - Jardins - São Paulo/SP - CEP 01427-000 - Telefone +55 (11) 3052-3311